pɪŋk ˈpænt .θər


Você conhece aqueles símbolos do título? Não! É muito fácil, trata-se da Pantera Cor de Rosa. Incrível não? Desde o primeiro exemplar do Dicionário Orford vários linguístas e lexicógrafos tentaram criar ou encontrar uma explicação para uma completa bagunça entre o que está escrito, isto é, usando letras impressas na cor preta sobre um papel, e a pronúncia, que é muito diferente. Vários sons possíveis com a mesma vogal. Por exemplo, see e sea, que são diferentes no significado, no uso em frases, o mesmo número de letras, mas são pronunciadas da mesma forma. Um pesquisador e linguísta brasileiro chamado Fábio Braga de Alencar tentou ao longo de vinte anos encontrar as regras para a Língua Inglesa. Infelizmente, o professor identificou várias variantes que tornaram o livro em uma obra de exceções e um tanto complexa para o aprendiz de Inglês como língua franca. Então, se ninguém conseguiu encontrar lógica como para a gramática, como saber a pronúncia de uma palavra desconhecida sem precisar da ajuda do professor(a)? É muito simples, você precisa aprender os símbolos fonéticos como os usados no título deste post. É muito fácil e útil. Quando o seu professor não sabe a pronúncia de uma palavra que você o perguntou, ele recorre a estes símbolos que todo bom dicionário deve ter logo após a grafia da palavra. Tem um post nos arquivos chamado “Símbolos Fonéticos” onde você encontra um link que te ajudará a reconhecer cada símbolo e reconhecerá em palavras-chave. Agora se você achar que são muitos símbolos. Lembre da matemática, da física, da literatura e tantas outras coisas que são importantes, mas difíceis de serem memorizadas.

Agora segue um vídeo onde a professora americana tenta, sem sucesso, ensinar um investigador francês a pronunciar a frase “I would like to buy a hamburger”. Em símbolos fonéticos é o mesmo que “aɪ  wʊd  laɪk  tə  baɪ  eɪ  ˈhæmˌbɜː.gər”. Significa em português “Eu gostaria de comprar um hamburger”. Observação importante: só professores ultrapassados ensinam esta bobagem gramatical a seus alunos. No cotidiano é uma frase muito longa e não é usada com frequência, não temos tempo a perder.

 

OBS: O investigador fala antes de embarcar para os Estados Unidos é que quer aprender a falar Inglês com um sotaque americano, ter um Inglês fluente para não levantar suspeitas de sua origem francesa e que está fazendo uma investigação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s