Habilidade Linguística em Língua Inglesa dos Graduandos Brasileiros é Baixa


Zé Carioca

Segundo a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior os graduandos em Instituições federais consideram-se bons em Língua Inglesa. “A média nacional de bom Inglês entre universitários é de 38,31%. Das 56 universidades a que apresentou o menor índice de domínio do idioma foi a federal do Acre (Ufac), onde apenas 8,42% dos graduandos se consideram em um nível adequado de Inglês. Os números também são muito baixos na federal do Recôncavo da Bahia (8,54%), da Fronteira Sul (9,40%), do Amapá (9,97%) e na federal de Rondônia (14,77%).” (Estadão).

Será que a habilidade linguística do brasileiro em Línguas Estrangeiras atrapalham o desenvolvimento sócio-econômico do país? O ministério da Educação precisa resolver logo essa deficiência do sistema porque  me parece claro que a Educação Básica não  está adequada às necessidades acadêmicas de um graduando no nível superior. Não adianta colocar as Línguas Estrangeiras no currículo escolar das escolas públicas. Os professores precisam de formação continuada de qualidade. Os professores da educação pública precisam ensinar com qualidade e cobrar no mesmo nível de exigência de um país desenvolvido. Afinal, O Brasil definitivamente emergiu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s