No combate a Degue, Gelson Costa (PT, Candói) mostra para quê veio


Nas últimas semanas, a prefeitura de Candói por meio da Secretaria de Saúde está realizando campanha de conscientização contra a Dengue. 

Os funcionários da prefeitura estão realizando um mutirão no interior do município e na região considerada urbana.

Segundo relatos, dois focos do mosquito foram encontrados na suposta cidade e na Lagoa Seca. Aluns moradores tinham estocados no quintal até mil e quinhentas peças de roupas jogadas a céu aberto.

Outro morador tinha estocado mais de sessenta pneus.

O que chama a atenção é que a prefeitura municipal de Candói sempre recebeu verbas governamentais para fazer esse trabalho de conscientização.

Na gestão anterior, o máximo que se podia ver era um panfleto jogado no balcão do Centro de Saúde.

A nova gestão mostra aos poucos que o município precisa de gerenciamento inteligente dos recursos financeiros e humanos e ninguém precisa reinventar a roda.

Pergunto, a maioria dos funcionários são os mesmos na gestão anterior e agora, por que estão espantados com a quantidade de sujeira encontrada nas residências?

Eu entenderia o seguinte: nunca tivemos a oportunidade de pensar e nunca fomos motivados a promover mudanças pequenas, mas significativas para o bem-estar social da polução. Isto é, fazer o nosso trabalho.

 

 

 

Anúncios

4 comentários sobre “No combate a Degue, Gelson Costa (PT, Candói) mostra para quê veio

  1. Nós agentes de saúde estamos na prevenção e promoção em saúde e não para ficar fazendo a limpeza das residencias. no entanto .para completar não foram os funcionários de saúde e sim os garis motorista da obra e agentes em edemias ah tbem alguns enfermeiros,e nos somos os mesmo funcionários pois somos concursados no máximo a mais de dez anos e tem alguns em desvio de função.

    • O que não impressiona em absolutamente nada. Então insisto, por que jamais nenhum agente de saúde em mais de dez anos jamais visitou a minha residência para verificar se há ou não o foco do mosquito? Como disse e repito o Centro de Saúde sabe apenas colar cartazes em paredes, mas o dinheiro para o ‘combate’ sempre veio. Eu sei quem fez a limpeza nas residências não preciso ser lembrado e sei bem como é solicitar serviços públicos e não ser atendido porque o secretário está doente ou porque a lei não permite a entrada de funcionários da prefeitura para fazer o serviço braçal como escutei pelo menos um vez na terceira vez que fui solicitar na Secretaria de Urbanismo um serviço de retirada de entulho.

      • ED. M MENEGUEL
        pasmo em ler o seu relato de indignação com o poder publico municipal em relação ao recolhimento de entulho pois sabe-se que quem gera resíduos é responsável pela sua destinação final. portanto cabe a nos tbem fazermos nossa parte não só o poder publico.
        obs: não estou aki defendendo o poder publico municipal mas ciente do papel de cada um, tanto prefeitura como contribuinte.

      • Concordo plenamente com a sua posição quando menciona a responsabilidade de cada um com os resíduos sólidos. Agora, será que devemos pensar desta forma realmente? Porque me parece muito cômodo a gestão municipal responsabilizar os moradores de Candói. Quando compramos um produto estamos pagando também pela destinação correta? Acho que sim porque quem produz resíduos sólidos são os industriais e o comércio. Somos apenas consumidores. Pagamos muitos impostos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s