Comissão de Direitos Humanos permanece com o mesmo presidente


O pastor Marco Feliciano segue a frente da Comissão de Direitos Humanos mesmo enfrentando protestos diários nas ruas e nas redes sociais para sair da presidência.

O problema está em suas crenças divulgadas na sua conta do twitter e no YouTube. Uma delas seria os afrodescendentes amaldiçoados. Segundo a Bíblia, um filho de Noé teria sido amaldiçoado e enviado ao que hoje é o continente africano. O que uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Quem foi amaldiçoado na Bíblia? Então, foi uma suposta pessoa e não um continente. Não estou defendendo o Feliciano, mas na Comissão, ele não tomará decisões sozinho. 

Diga-se, ele não representa todos os evangélicos do Brasil porque uma parcela razoável deste grupo não vive a era medieval.